Muita gente enxerga oportunidades de crescimento no emprego, mas não sabe como pedir aumento para o chefe de uma forma positiva e que não cause uma má impressão.

Você está passando por essa situação ou deseja estar preparado para lidar com isso no futuro? Neste post, listamos boas dicas para aumentar as suas chances de sucesso ao buscar uma remuneração melhor!

1. Analise o momento da empresa

Uma das primeiras coisas que você deve fazer é pensar no momento atual da empresa. Isto é, como está o negócio e quais são as perspectivas.

Em uma fase turbulenta, dificilmente um funcionário deve receber aumento — em especial nas crises financeiras. Outras situações improváveis são em períodos de troca de gestão ou de mudança de cultura.

Isso acontece pois, em épocas que envolvem certa complexidade, normalmente a opção da chefia é manter a estabilidade até que essas questões salariais possam ser revistas com calma.

Logo, ao perceber que a instituição não está em boas condições, evite forçar a barra. É hora de demostrar todo o seu empenho para melhorar o quadro e esperar um pouco mais para conversar sobre isso.

Por outro lado, se você notar que há espaço para tentar uma melhoria, vale passar para os próximos passos.

2. Reflita sobre o seu desempenho profissional

A maior razão para receber (ou não) um aumento é o seu próprio desempenho como profissional. Nada faz mais sentido para a empresa ou para o seu gestor do que avaliar a sua produtividade.

Inclusive, não é recomendável justificar o pedido de aumento utilizando argumentos pessoais, como estar precisando de dinheiro para cobrir um gasto extra ou por ter o nascimento de um filho pela frente. Ainda que seja um motivo considerável, evite ao máximo chegar a esse nível de argumentação.

Para aumentar a sua chance, o ideal é melhorar cada vez mais a qualidade do serviço que você entrega. Fazer isso é como evidenciar que você é um funcionário em quem vale a pena investir, porque entrega bons resultados.

Sendo essa a sua intenção, uma dica eficaz é coletar feedbacks para começar a trabalhar as suas fraquezas e desenvolver o seu potencial. Além disso, demonstre o seu comprometimento e interesse.

Em outras palavras, vista a camisa da empresa. Faça tudo o que estiver ao seu alcance e o seu esforço será reconhecido — ou, ao menos, você terá em mãos o melhor argumento para negociar o salário.

3. Prepare os seus argumentos

Não marque a sua reunião para pedir aumento sem refletir e se preparar para ela. Na verdade, um exercício interessante para fazer antes disso é pensar sobre fatores como as suas qualidades profissionais, o seu relacionamento com os colegas, comprometimento e resultados.

Se quiser, traga exemplos reais que ajudem a comprovar o valor da sua atuação na empresa. Você conseguiu diminuir gastos e evitou desperdícios? Será que aumentou consideravelmente o número de vendas? Participou de um grande projeto? Colete esses dados para apresentá-los a seu favor.

CTA-UNINTERPowered by Rock Convert

Outra coisa que você pode fazer é analisar o mercado para ver qual é a média salarial de uma pessoa que realiza as mesmas atividades. Esse tipo de referência é capaz de ajudar a construir a sua linha de raciocínio, especialmente se você identificou que há uma defasagem. Somente com a argumentação pronta é que você deve partir para o encontro.

4. Encontre uma situação adequada

Pegar o chefe andando no corredor ou fazendo qualquer outra tarefa não é um contexto muito adequado para fazer a sua reivindicação. É melhor marcar uma reunião para isso, até porque essa é uma questão particular e que deve ser discutida com calma entre vocês.

Outra falha cometida por muitas pessoas é jogar indiretas durante um café ou uma confraternização da empresa, com o objetivo de sinalizar o seu desejo e descontentamento. Usar momentos descontraídos não torna o pedido mais fácil — ao contrário, você pode ser mal interpretado e passar uma imagem bem ruim.

Use toda a sua coragem e profissionalismo para marcar uma conversa. Mesmo que isso pareça um grande desafio para você, essa é a melhor ocasião para expor as suas razões e falar sobre o assunto. Respire fundo e prepare-se com antecedência!

5. Seja claro e transparente

Ficar cheio de rodeios e meias palavras não vai deixar o cenário mais tranquilo. Ainda que você não se sinta tão à vontade para passar por isso, saiba que transparência e objetividade são essenciais nesse momento.

Encare a missão com a consciência de que ser claro e verdadeiro é a melhor solução. É óbvio que isso não quer dizer que você precisa falar tudo o que pensa na cara do seu coordenador. A sinceridade excessiva precisa ser tratada com cautela e pode ser considerada falta de educação ou bom-senso.

A expressão “colocar as cartas na mesa” significa apresentar os seus motivos de forma respeitosa e coerente. Você pode elencar os seus argumentos como preferir, evitando mentiras e muita “encheção de linguiça”.

Se você acha que merece, não tenha vergonha de assumir que espera uma remuneração maior. Ela pode nem acontecer no tempo que você deseja, mas, pelo menos, você sinalizou o fato para quem tem o poder de decidir sobre isso.

6. Esteja disposto a negociar

Outra dica superimportante é não chegar na reunião para pedir o aumento com uma postura inflexível, principalmente no que diz respeito a valores. Saber negociar com tranquilidade é um ponto positivo para não deixar a conversa mais pesada do que ela precisa ser.

Após abordar os seus motivos e intenções, esteja aberto para escutar o que a outra pessoa tem a dizer. Por exemplo, você pode ser surpreendido com uma oferta para trocar de área ou de cargo como uma forma de melhorar o aspecto financeiro.

Outra possibilidade é receber um aumento um pouco menor do que o esperado, mas com a previsão de progredir ao longo do tempo. A ideia aqui é ser firme mas sem ser intransigente, para tentar entrar em um consenso.

7. Aguarde o retorno com paciência

Depois de comunicar a sua intenção, tenha calma e não fique esperando por uma resposta imediata, pois muitas vezes isso não acontece tão rápido assim. É natural que a sua proposta seja analisada antes de você ouvir a decisão. Seja paciente e espere o retorno sem ficar colocando pressão.

Por fim, o que qualquer pessoa deve ter em mente é que ela precisa estar preparada para ouvir um “não“. Como nem sempre as nossas perspectivas correspondem com a realidade, talvez o seu aumento não esteja nos planos do seu chefe e da empresa no momento.

Porém, isso não deve afetar negativamente a sua produtividade como profissional. Deixar de ter uma boa performance pode, inclusive, prejudicar as suas chances futuras de ser reconhecido e melhor valorizado. Pense nisso!

E aí, gostou das dicas de como pedir aumento para o chefe? Comece a usar essas estratégias para favorecer a conquista do seu objetivo, sem esquecer que grande parte do seu êxito depende só de você. E se ainda tem alguma dúvida sobre o tema ou quer acrescentar uma dica especial, deixe o seu comentário e compartilhe suas ideias conosco!

O guia completo para melhorar a imagem profissionalPowered by Rock Convert