Subscribe Now

Trending News

Biomedicina x medicina: quais as principais diferenças?
Pós Graduação

Biomedicina x medicina: quais as principais diferenças?

Biomedicina e medicina são duas áreas que despertam a vocação de muitos estudantes e, de fato, apresentam diversas oportunidades no mercado de trabalho. No entanto, embora caminhem lado a lado em muitos aspectos, ambas as carreiras têm diferenças cruciais que determinam a atuação específica de cada profissional.

Como a medicina é uma profissão muito popular, e é comum termos contato com esses profissionais em muitas situações, é totalmente compreensível surgirem dúvidas sobre quais são, na prática, as atribuições do médico e do biomédico.

Você conhece as principais diferenças entre biomedicina x medicina? Se também ficou difícil responder a essa pergunta com exatidão, este post certamente vai ajudar. Nele, vamos explicar separadamente o que significa cada profissão e apontar as características de cada uma. Acompanhe as próximas linhas!

O que é biomedicina?

A biomedicina é um campo da área da saúde que aplica os princípios da biologia e ciências naturais à prática clínica para compreender as consequências das interações entre diferentes células e micro-organismos, com o objetivo de desenvolver novas técnicas de diagnóstico e terapias.

Para que você entenda melhor, os biomédicos conduzem pesquisas científicas e laboratoriais para apoiar o diagnóstico e o tratamento de doenças humanas. É um trabalho em que os profissionais testarão, analisarão e revisarão fluídos e tecidos humanos para ajudar os médicos na escolha dos tratamentos mais adequados.

Por ser uma carreira com muitas opções de atuação, dependendo da especialidade, é possível trabalhar em áreas como anatomia, fisiologia, genética, microbiologia, matemática e psicologia.

Finalmente, uma parte importante do trabalho do biomédico é o compartilhamento de conhecimento, em favor do desenvolvimento científico e tecnológico. Ele apresenta e compartilha os resultados com colegas, pesquisadores, técnicos e a opinião pública, participando, por exemplo, de conferências e cursos.

Ao mesmo tempo, deve manter-se atualizado acerca das realizações de outros grupos de pesquisa e desenvolvimento no campo biomédico.

Confira as principais funções desse profissional:

  • pesquisa de causas e efeitos de doenças;
  • investigação de produtos químicos, ambientes e tratamentos;
  • testes de amostras biológicas;
  • análise de dados e estatísticas;
  • trabalho com equipamentos de laboratório de alta tecnologia;
  • produção de relatórios de pesquisa médica;
  • emissão de laudos de exames clínicos para fornecer dados sobre amostras de pacientes;
  • estudo de micro-organismos para a produção de medicamentos;
  • terapias para reprodução humana;
  • pesquisa na área genética e medicina molecular.

O que é medicina?

A medicina, por sua vez, tem seu trabalho voltado à promoção da saúde, bem-estar e cura de doenças. Abrange diagnóstico, tratamento e prevenção de enfermidades, por meio da pesquisa médica, atendimento clínico e muitos outros aspectos da saúde, inclusive psíquicos e emocionais.

O médico é apoiado por diversos profissionais, como enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, psicólogos e o próprio biomédico, formando uma equipe multiprofissional para auxílio dos pacientes.

A medicina moderna convencional às vezes é chamada de medicina alopática. Envolve o uso de drogas ou cirurgia, não raro associadas a medidas de aconselhamento e estilo de vida. Ainda, tratamentos alternativos e complementares, que incluem acupuntura, homeopatia, fitoterapia, arteterapia e medicina tradicional chinesa, complementam os procedimentos tradicionais ― lembrando que tais especializações também podem ser praticadas por outros profissionais da saúde, desde que haja a devida formação acadêmica e credenciamento.

Veja, resumidamente, algumas áreas de atuação da medicina.

Prática clínica

Aqui, o profissional exercerá a função que mais conhecemos: o trabalho direto com pacientes em um consultório, hospital ou clínica. Nessa área, o médico avalia o indivíduo, com o objetivo de diagnosticar, tratar e prevenir doenças usando o conhecimento aprendido em treinamento, pesquisa, experiências e julgamento clínico.

Cirurgia

Os procedimentos cirúrgicos são necessários para diagnosticar e tratar alguns tipos de doenças, defeitos e lesões. Consistem no uso de meios instrumentais e manuais em vez de medicação.

Um cirurgião pode executar um procedimento cirúrgico para remover ou substituir tecidos ou órgãos doentes ou usar cirurgia para remover tecidos para biópsia. Às vezes, remove o tecido indesejado e o envia para diagnóstico.

Desenvolvimento de tecnologia

Como os profissionais de saúde usam uma ampla gama de instrumentos para diagnosticar e tratar uma doença ou disfunção, eles também podem se dedicar à pesquisa e criação de aparelhos e sistemas de inteligência para aprimorar os processos e melhorar a precisão dos diagnósticos.

Quais as diferenças entre biomedicina x medicina?

Agora que você já compreende qual é o papel de cada uma dessas profissões, resumimos alguns pontos importantes sobre os respectivos cursos superiores e particularidades de cada profissão. Dê uma olhada.

Biomedicina

Modalidade do curso

Curso presencial em período parcial (matutino, vespertino ou diurno) ou semipresencial (com parte das aulas a distância — EAD).

Duração do curso

Duração média de 4 a 5 anos, com carga horária total de aproximadamente 3.800 horas.

CTA-UNINTERPowered by Rock Convert

Foco do aprendizado

Desenvolver no aluno conhecimentos necessários para que ele possa atuar em diagnósticos laboratoriais em patologia clínica e diagnósticos moleculares avançados. Além disso, promover conhecimento técnico-científico que permita ao futuro profissional desenvolver novos métodos de análise laboratorial, equipamentos de engenharia biomédica e avanços em pesquisas na área de saúde.

Especializações

São mais de 30 especializações distribuídas nas seguintes áreas-chave: Ciência e Pesquisa, Docência, Saúde, Indústria e Meio Ambiente.

Principais mercados de atuação

Alguns exemplos de campo de atuação podem ser:

  • área forense;
  • auditorias em saúde;
  • bancos de sangue,
  • clínicas de reprodução humana;
  • clínicas estéticas;
  • controle de qualidade e segurança de produtos de origem biológica;
  • gerenciamento de serviços, como laboratórios de análise;
  • hospitais;
  • laboratórios;
  • pesquisas no campo nutricional e dietético;
  • programas de planejamento de saúde;
  • vigilância sanitária.

Salários

Salário inicial: R$ 1.600 ― R$ 3.300.

Salário de um profissional com experiência: R$ 5 mil ― R$ 13 mil.

Valor médio de mensalidade

Curso presencial: R$ 700 ― R$ 1.500.

Curso semipresencial: R$ 549 (Uninter).

Medicina

Modalidade do curso

Curso presencial em período integral.

Duração do curso

Duração média de 6 anos, com carga horária mínima de 7.200 horas. Há cursos que chegam a ter 9.900 horas duração. Além disso, há residência médica e a fase de especializações.

Foco do aprendizado

O objetivo do curso é preparar o aluno para atuar na área médica, tanto no campo clínico quanto em pesquisa e gestão de equipamentos de saúde privados e públicos. Para isso, o curso é dividido em 3 ciclos. São eles:

  1. Básico: introdução aos diversos conhecimentos necessários para que o aluno comece a entender o funcionamento do corpo humano em seu estado normal, além de discussões relacionadas à prática médica.
  2. Clínico: aprofunda-se o estudo das doenças, e o aluno começa a ser preparado para lidar com os pacientes.
  3. Internato: é o momento em que o aluno passa a atuar em hospitais, atendendo pacientes sob a supervisão de uma equipe médica. Para isso, fará plantões em todas as especialidades clínicas.

Especializações

O Conselho Federal de Medicina reconhece 55 especialidades médicas e 54 campos de atuação.

Principais mercados de atuação

O médico pode trabalhar individualmente ou em equipe, além de integrar o setor público em cargos de liderança. Veja os principais locais:

  • abrigos;
  • ambulatórios;
  • asilos;
  • casas de saúde;
  • Forças Armadas;
  • hospitais;
  • instituições de ensino e pesquisa;
  • maternidades;
  • Ministério do Trabalho;
  • órgãos fiscalizadores.
  • policlínicas
  • Previdência Social;
  • serviços médicos de bordo.

Salários

Salário inicial: R$ 4 mil ― R$ 8 mil.

Salário de um profissional com experiência: R$ 11 mil ― R$ 19 mil (conforme especialidade e cargo).

Valor médio de mensalidade

Os valores das mensalidades da graduação de medicina variam muito, ficando geralmente entre R$ 3.500 e R$ 9 mil.

O que pensar na hora de escolher um curso ou outro?

Como você viu, saber a diferença entre biomedicina e medicina é fundamental para escolher a faculdade com o seu perfil e maiores talentos. Além da questão financeira, que muitas vezes é crucial para entrar em um desses cursos, também é importante levar em consideração sua disponibilidade de tempo, nível de dedicação e até uma projeção de quando você deseja começar a atuar profissionalmente.

Além disso, é importante perceber que o nível de concorrência entre um curso e outro pode ser bastante grande, especialmente pelo fato de medicina ser obrigatoriamente presencial, o que acaba limitando ainda mais o número de vagas.

Por fim, saiba que, se você já trabalha, muito provavelmente terá de abandonar seu emprego atual caso opte por medicina, já que o curso exige dedicação integral ― sem falar nas horas de estudo em casa.

De qualquer forma, seja qual for sua escolha, o mais importante é que ela aconteça de forma consciente. Por isso, esperamos que este artigo sobre a dobradinha biomedicina x medicina tenha ajudado você a entender as nuances de cada carreira.

Então, ficamos por aqui. Mas, antes de você ir embora, conte-nos o que achou dessas informações. Deixe um comentário aqui embaixo!

como-se-destacar-no-mercado-e-saber-se-posicionar-nas-redes-sociaisPowered by Rock Convert

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *