Com o mercado de trabalho globalizado e competitivo, as empresas precisam de um esforço a mais para se destacar. É fundamental acompanhar as mudanças que estão surgindo e, para sair na frente, é necessário inovar e saber reter talentos.

É nesse contexto que o RH tem uma grande importância, afinal, uma das suas funções é contratar bons colaboradores. Mas, além disso, você sabe o que faz um gestor de recursos humanos? Se tem curiosidade em saber, continue a leitura deste texto. Vamos falar das funções dele e da sua importância dentro das instituições. Então, não perca tempo e aprenda mais!

A importância do gestor de RH

Podemos comparar o funcionamento de uma empresa a um formigueiro em que cada um tem a sua função e importância. E não é diferente com o profissional de recursos humanos: o seu trabalho tem total relevância para o andamento dos processos das empresas, ganhando cada vez mais destaque na definição das estratégias.

O que faz um gestor de recursos humanos vai muito além de só contratar ou treinar os colaboradores certos — com o tempo, isso se tornou apenas uma das muitas funções exercidas.

Hoje, ele faz a implementação de melhorias e o desenvolvimento dos talentos para gerar resultados — ação primordial dentro da estrutura organizacional, além de abrir caminhos para a valorização do capital humano. Por meio dessa atuação, a gestão de pessoas tem se tornado um grande diferencial, com a capacidade trazer os bons resultados pela contribuição intelectual das pessoas.

Por isso, estão sendo notadas as evoluções dentro dos processos gerenciais, que cada dia mais conseguem entender a importância da valorização dos colaboradores no trabalho. Essa é uma área multidisciplinar, capaz de envolver muitos conceitos vindos de ramos diferentes e torná-los essenciais para que se tenha uma empresa bem-sucedida.

Isso acontece porque este profissional trata diretamente com o ser humano, ou seja, indivíduos com personalidades totalmente diferentes, o que requer experiência e bom conhecimento nas atuações. Nesse contexto, o gerente é uma peça estratégica no dia a dia das empresas que querem ter um destaque diante dos altos e baixos da economia.

O papel do gerente de recursos humanos

Com os argumentos usados acima, fica bem clara a relevância dessa função dentro da organização de trabalho. É esse profissional que vai lidar diretamente com os colaboradores, e sabemos que não é uma tarefa fácil, pois cada um tem uma maneira diferente de agir ou pensar. Diante disso, o RH tem que treinar os funcionários e trazer também soluções para os conflitos.

E o que mais faz um gestor de recursos humanos? É exatamente sobre isso que vamos falar a seguir.

Retenção de talentos

Essa é uma das funções mais conhecidas desse profissional: a contratação de pessoas. Quando existe uma vaga em aberto dentro da empresa, é serviço do setor de RH começar o processo de recrutamento e seleção. É necessário fazer um desenho do cargo oferecido, definir as funções, mostrar o salário, o perfil ideal do colaborador a ser contratado e alinhar todas as informações com a realidade da organização e do mercado de trabalho.

Parece uma tarefa bem simples e que poderia ser feita por qualquer pessoa que entende de gestão, mas acredite: não é. Para fazer uma boa seleção, é necessário ter uma ampla compreensão da cultura da empresa, de quais desafios o trabalhador vai ter que enfrentar e as principais pressões exigidas pela função.

CTA-UNINTERPowered by Rock Convert

Sendo assim, é de responsabilidade dos recursos humanos encontrar a pessoa que de fato vai atender às reais necessidades do cargo, e ainda fazer com que o profissional selecionado também tenha seus pedidos atendidos.

Treinamento de funcionários

Depois de ser concluída a contratação do novo colaborador, é necessário fazer o treinamento dele para a nova função — e isso também é trabalho do gestor de recursos humanos. Ele tem que realizar a integração do profissional, ou seja, apresentar a ele toda a história, estrutura e cultura da empresa.

Depois, junto ao líder do setor, deve realizar o desenvolvimento dos colaboradores. Esse é considerado um processo longo, no qual o funcionário tem uma evolução com o passar do tempo e agrega conhecimentos, além de aprender sobre processos e ter mais experiências.

É também incumbência do RH trazer mais capacitação para as equipes por meio de treinamentos e workshops para novos e antigos funcionários. Isso é essencial para levar uma oxigenação nos processos e, consequentemente, aumentar a produtividade. Afinal, quando o profissional enxerga que a empresa está fazendo um investimento nele, ele se sente valorizado.

Impacto no clima organizacional

Com o ingresso da conhecida Geração Y no mercado de trabalho, existe uma valorização do que é inalcançável para conseguir motivá-los a seguir em frente na carreira. O que não se pode medir matematicamente ganha um destaque para aqueles que fazem a gestão de pessoas, aumentando a produtividade.

Com isso, o trabalhador dessa área tem a responsabilidade de fazer uma pesquisa do clima organizacional. Essa é uma oportunidade de avaliar as situações do ambiente de trabalho e descobrir quais são os itens que devem ser melhorados.

Ela permite analisar quais fatores internos e externos estão interferindo na produção dos funcionários. Com os dados sobre as equipes, é possível verificar como está o nível de satisfação dos colaboradores diante da organização de uma maneira geral.

Gestão de conflitos

Um conflito organizacional pode surgir por diversos motivos, como falhas de comunicação, líderes e funcionários despreparados, valores desconectados ou até mesmo pela falta de padrões definidos. Essas questões atrapalham o funcionamento da empresa e podem prejudicar as buscas por melhores resultados.

O gestor de recursos humanos tem que avaliar e trazer soluções para essas situações. Ele precisará lidar com os impasses e evitar que essas questões acabem atrapalhando a produtividade da firma, devendo fazer uma pesquisa para identificar qual o tipo de problema existente. Logo após, serão feitas análises e estudos para que a resolução seja conduzida da melhor maneira possível.

É normal existirem conflitos dentro das firmas, afinal, são visões e conceitos diferentes trabalhando juntos para o melhor desempenho. Porém, é necessário desenvolver ações para que essas discussões não saiam do controle e afetem os setores. Por isso, o RH tem a responsabilidade de estar sempre atento a todos os processos, funcionários e objetivos da empresa.

Com este conteúdo, buscamos mostrar o que faz um gestor de recursos humanos e exemplificar a sua importância dentro da empresa. É dele o papel de contratar, treinar, conduzir e gerenciar os funcionários, além de cuidar de todos os conflitos internos e externos. E, para desempenhar muito bem a função, é necessário buscar conhecimento por meio da especialização na área. Por isso, se esse ramo de atuação interessa a você, procure por uma faculdade e aprenda mais sobre o ofício.

Este conteúdo lhe agradou? Então, não deixe de compartilhá-lo em suas redes sociais para levar o conhecimento a outras pessoas!

como-se-destacar-no-mercado-e-saber-se-posicionar-nas-redes-sociaisPowered by Rock Convert