Subscribe Now

Trending News

Entenda o que é o IGC do MEC e por que é tão importante
Graduação

Entenda o que é o IGC do MEC e por que é tão importante

Escolher uma faculdade exige boa pesquisa e a consideração de muitos aspectos, como localização, qualidade do ensino, metodologias, tipos de curso e, claro, custo-benefício. Mas não são apenas esses pontos que você deve observar com cuidado: um outro fator de extrema importância para determinar em qual instituição de ensino superior você estudar são os conceitos que a faculdade obteve na avaliação do Ministério da Educação (MEC).

O chamado Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) é um processo conduzido pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) ― uma entidade federal vinculada ao MEC, que também é responsável pelo Enem.

O objetivo da avaliação é verificar o desempenho dos estudantes e o desenvolvimento das instituições de ensino superior brasileiras. Para isso, o Inep utiliza três indicadores, entre os quais está o Índice Geral de Cursos (IGC), ao qual você deve prestar muita atenção.

Para você compreender definitivamente o que é o IGC, fizemos este post exclusivo, onde explicaremos como ele é obtido e sua importância. Leia o texto até o final!

O que é o Índice Geral de Cursos (IGC)?

Como dissemos, a avaliação do MEC é feita por meio de três indicadores de desempenho, que avaliam os alunos, os cursos e as próprias instituições. São eles:

  • Conceito Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes) – como o nome diz, avalia o desempenho dos estudantes (no ingresso e na conclusão do curso);
  • Conceito Preliminar de Curso (CPC) – avalia a qualidade dos cursos ofertados;
  • Índice Geral de Cursos (IGC) avaliados da instituição – avalia a qualidade institucional.

Os indicadores têm o objetivo de determinar o que está indo bem e o que precisa melhorar no Ensino Superior brasileiro. Portanto, geram dados relevantes para que o governo e as instituições tomem decisões importantes. Neste artigo, vamos focar em explicar direitinho o 3º item ― o IGC.

Definição e cálculo do IGC

O IGC é o indicador responsável por determinar a qualidade da instituição de ensino superior, calculado anualmente. É considerado o mais completo dos três indicadores e, por isso, é informalmente conhecido como a “Nota do MEC” para a instituição.

As notas do IGC vão de 0 a 5, sendo que 0 indica a pior qualidade, e 5, a melhor. Esse indicador pode ser renovado ou modificado pelo Conceito Institucional (CI) ― uma nota que é divulgada a cada 3 anos.

O cálculo do IGC é realizado a partir dos seguintes itens:

  • médias extraídas do CPC dos cursos avaliados naquela instituição nos últimos três anos do Enade (mais recentemente, 2016, 2017 e 2018);
  • média de avaliação dos programas de mestrado e doutorado, se houver (ação coordenada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes);
  • distribuição dos estudantes nos diferentes níveis de ensino (graduação ou pós).

Um detalhe sobre o Enade:

Um detalhe importante é que o Enade tem um impacto grande na nota do IGC, já que o conceito obtido pelo aluno no exame é um dos elementos utilizados para o cálculo do CPC e outros conceitos. Logo, se os alunos têm desempenho baixo no Enade, isso vai ser refletido na nota global da instituição (primeiramente, no CPC, depois, no IGC).

Além disso, participar do Enade é um quesito obrigatório para a obtenção do diploma – ou seja, enquanto não realizar o exame, o aluno não se forma.

CTA-UNINTERPowered by Rock Convert

Qual é o impacto do resultado do IGC nos cursos de nível superior?

O objetivo do IGC é expressar, por meio de uma nota única, a qualidade de todos os cursos de graduação e pós-graduação oferecidos por determinada instituição de ensino superior. Para isso, são considerados aspectos relacionados à infraestrutura das instalações, às tecnologias oferecidas, aos recursos e metodologias adotados para o ensino, bem como à qualidade do corpo docente.

Por ser tão completo, tornou-se muito comum que as instituições de ensino utilizem o IGC como forma de mostrar a seus potenciais alunos e estudantes que estejam interessados em entrar na faculdade o quanto as instituições são confiáveis e têm qualidade.

Por outro lado, ter uma nota ruim no IGC ― abaixo de 3, por exemplo ― representa um perigo para a instituição, pois isso demonstra que seus cursos estão com problemas graves, que precisam ser resolvidos o quanto antes.

Quando o IGC e outros conceitos são insatisfatórios, as instituições passam por uma inspeção rigorosa e, caso não se adequem dentro do prazo estipulado pela comissão do MEC, podem até mesmo ter cursos fechados e perder seu credenciamento para continuar funcionando.

Elas ainda podem ser penalizadas com a suspensão de novos contratos dos programas de financiamento estudantil (Fies), concessão de bolsas pelo Programa Universidade para Todos (Prouni) e inclusão no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

Como consultar o IGC?

Você pode ter acesso às notas do MEC, tanto das faculdades particulares quanto públicas, consultando o site do Inep. Lá estão disponibilizadas planilhas que contêm o CPC e o IGC das instituições. Para ter acesso, basta fazer o download, na página de Resultados, procurando pelo ano desejado.

Após baixar em seu computador as planilhas, abra os arquivos e busque pela faculdade desejada.

O que faz da Uninter um centro universitário nota 4 no IGC?

Apesar dos desafios impostos pela pandemia os alunos Uninter tem o que comemorar  em 2021. A faculdade obteve novamente a nota 4 no IGC, o que a coloca no chamado “grupo de excelência”, formado por instituições que oferecem ensino de alta qualidade, com infraestrutura apropriada e suporte aos estudantes.

O que faz uma faculdade conquistar essa posição de excelência é o trabalho árduo da equipe de colaboradores, orientados por uma diretoria preocupada em oferecer o que há de melhor e mais moderno no ensino aos seus alunos.

A Uninter é hoje o maior centro universitário do país e a única instituição de ensino a distância (EAD) recredenciada com a nota máxima. São mais de 500 mil alunos formados, 300 mil ativos e mais de 700 cursos ofertados nas modalidades EAD, semipresencial, telepresencial (ao vivo sem precisar estar no campus) e presencial. Motivos não faltam para que o aluno Uninter tenha a tranquilidade de saber que seu futuro está em boas mãos!

Esperamos que, depois de ler este conteúdo e saber o que é IGC, você esteja mais preparado para escolher a melhor faculdade para estudar. Então, antes de ir embora, ajude seus amigos a saberem mais sobre a nota do MEC, compartilhando este artigo em suas redes sociais!

Powered by Rock Convert

Posts relacionados

2 Comentários

  1. Eliane Santos

    Passando para fazer uma visita no blog.
    O artigo ficou muito bom!

    1. LUIZ GUSTAVO JANSSON VIEIRA
      LUIZ GUSTAVO JANSSON VIEIRA

      Oi, Eliane! Agradecemos seu feedback. Acompanhe nossas próximas dicas. 🥰

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *