Subscribe Now

Trending News

Você também pode ser criativo! Veja mitos e verdades sobre o tema
Geral

Você também pode ser criativo! Veja mitos e verdades sobre o tema

A criatividade parece ser um bicho de sete cabeças para muitas pessoas, mas com treino e dedicação você também pode ser criativo; saiba como 

Você já deve saber a importância da qualificação e da preparação profissional, assunto que abordamos muito aqui no blog. Mas, além disso, o mercado de trabalho tem valorizado bastante as competências profissionais que, entre outras coisas, englobam características que vão além dos aspectos técnicos de uma profissão.  

Estão entre elas a capacidade de se relacionar com as pessoas, a liderança, a capacidade analítica, a inteligência emocional, e, com certeza, a criatividade. 💡 

Nos últimos anos, o mercado passou a considerar a criatividade como uma das competências mais importantes para os profissionais. O Fórum Econômico Mundial, no relatório The Future of Jobs, destacou a criatividade como uma das habilidades mais essenciais até 2025. Afinal, em um mundo em que nos tornamos cada vez mais produtivos e rápidos e contamos com ferramentas e tecnologias cada vez mais acessíveis, será preciso buscar novas soluções para novos problemas. 

Dá uma olhadinha nesta palestra do educador, Marcos Piangers, ‘A Criatividade Nos Faz Humanos’ 

Mas aí você pode estar pensando: “mas eu não sou criativo”, “sou de uma área que não utiliza a criatividade”, ou “essa habilidade não é pra mim”. Mas a realidade é que ela pode ser muito mais acessível (e muito mais importante) do que a gente imagina. Confira mitos e verdades sobre essa qualidade abaixo e inspire-se para se tornar uma pessoa cheia de ideias:

 

Season 2 Starz GIF by Outlander - Find & Share on GIPHY

– Criatividade é apenas para profissionais das artes ou de humanas, como os publicitários – MITO 

A criatividade pode (e deve!) ser utilizada em qualquer profissão ou ocupação da nossa vida.  

O palestrante, humorista e professor Murilo Gun, que criou cursos voltados para exercer a criatividade, explica que criatividade não é apenas aquela que consiste em uma solução brilhante e 100% inovadora, como a criação de um foguete para o espaço.  

A criatividade é uma ferramenta para solucionar problemas (qualquer coisa que demanda uma solução). E essas soluções podem ser obtidas a partir da combinação entre diferentes conhecimentos para se chegar a um resultado final. Esse é o princípio básico de toda solução considerada inovadora e que pode ser aplicada a absolutamente todas as áreas da vida.  

Você pode pensar em exemplos como a Uber, a Netflix ou o iFood como empresas revolucionárias que foram desenvolvidas a partir de necessidades das pessoas de se locomoverem, de se entreterem ou de se alimentarem, mas também pode pensar em soluções diárias mais simples como a otimização de algum processo que torne o trabalho em sua empresa mais fácil, uma maneira de estudar que te permita absorver os conteúdos aprendidos, de economizar dinheiro ou até mesmo de educar os próprios filhos.  

Não percebemos, mas a resolução de problemas está presente a todo momento em nossas vidas.  

Veja a palestra ‘Criatividade: A base para a inovação’, de Murilo Gun 

Veja também a série: ‘Habilidades do Futuro’ 

 

– Criatividade é um dom destinado a apenas poucas pessoas – MITO 

A criatividade, como qualquer outra habilidade, pode ser aprendida e desenvolvida. Pense em como as crianças são criativas no que fazem: procuram descobrir as coisas, fazem perguntas e buscam fazer as conexões.  

Ao longo do tempo, porém, somos ensinados a agir ou a nos comportarmos de determinadas maneiras, o que vai criando bloqueios criativos. É preciso entender que o fracasso e a tentativa fazem parte do processo criativo e que é necessário quebrar alguns dos padrões de repetição e de perfeição aos quais nos acostumamos a vida inteira.  

Deixar de lado os julgamentos e o medo de errar a cada passo e realizar questionamentos é o caminho para deixar o pensamento “fluir” e sair dos padrões pré-estabelecidos. O que é preciso fazer é desbloquear a mente e pensar de uma maneira mais livre ou com a mentalidade de um humorista, como afirma Murilo Gun. Afinal, o humorista realiza conexões diversas entre elementos da vida cotidiana para pensar em situações e contradições divertidas. É um raciocínio rápido e criativo que pode ser desenvolvido com o tempo.  

O sociólogo italiano Domenico di Masi fala sobre como estimular a criatividade e o ócio criativo em entrevista para a Uninter. 

– É possível estudar criatividade – VERDADE 

Sim, para se quebrar os bloqueios mentais, é necessário exercitar o seu cérebro. A partir do momento em que desbloqueamos alguns dos gatilhos e bloqueios mentais que nos perseguem, conseguimos pensar de maneira mais criativa.  

Há diversas técnicas de criatividade, baseadas em muitos estudos sobre padrões cerebrais e sobre conhecimentos empíricos, que podem ser aplicadas no dia a dia para a elaboração de novas soluções, por exemplo. Ou simplesmente para que você absorva novas informações que podem parecer simplórias, mas que, utilizadas de maneira combinada e estratégica, podem se tornar soluções inovadoras.  

Dicas de livros sobre o tema: 

 

– É preciso ter repertório e conhecimentos diversos – VERDADE 

“Já ouvi falar muito nesse tal de repertório, mas como conseguir isso para algo que eu nem sei como desenvolver?” É fácil, a resposta é: tudo pode ser repertório e tudo pode ser útil. Pense no repertório como um banco de dados que pode ser sempre abastecido com novas ideias. É importante ter conhecimentos variados (de fontes confiáveis!) ainda que não se relacionem diretamente com a sua área de formação.  

Ler sobre os mais diversos assuntos, conhecer sobre diferentes realidades, entender sobre novas culturas e costumes fazem parte de um repertório rico que pode trazer soluções valiosas para o seu dia a dia.  

E já que o objetivo é aumentar o repertório e buscar novos conhecimentos, a Uninter oferece cursos diferenciados e adaptados às mais atuais necessidades do mercado e da sociedade. Já pensou em como a sua profissão pode se adaptar ao processo de aprendizado (Confira a pós Neuroeducação: Como Ensinar da Forma que o Cérebro Aprende), pode compreender e adaptar os processos sustentáveis (pós Educação Ambiental e Sustentabilidade), ampliar a presença digital da empresa que você trabalha (Gestão Comercial e Marketing Digital) e a produtividade na liderança e na gestão de projetos (Gestão de Projetos)?  

As diversas opções de graduações e pós-graduações podem enriquecer o seu repertório, aperfeiçoar a criatividade e trazer novas soluções para o seu dia a dia. Acesse https://www.uninter.com/ para saber mais sobre os cursos oferecidos e, dessa forma, estimular seu cérebro a tornar a criatividade parte do dia a dia! 😉 

Powered by Rock Convert

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *