Subscribe Now

Trending News

Chegou a graduação a distância em Arquitetura e Urbanismo
EAD, Graduação

Chegou a graduação a distância em Arquitetura e Urbanismo

Powered by Rock Convert

Conheça as vantagens de se formar em uma das profissões mais tradicionais do mundo, com ensino de qualidade e sair preparado para o mercado de trabalho.

 

Das pirâmides do Egito, passando pelas colunas gregas até o prédio mais alto do mundo em Dubai, a história da civilização humana se mescla com a evolução da arquitetura. Ou seja, o curso de Arquitetura e Urbanismo é um dos mais antigos do mundo e continua sendo um dos mais promissores também. Por isso, sempre estará na moda. 

E por falar em moda, você já ouviu aquela frase “menos é mais”, certo? Acha que foi Coco Chanel que inventou? Bem, na verdade, esse conceito veio de uma escola de arte alemã chamada Bauhaus que revolucionou a arquitetura moderna do século XX ao adotar um visual mais clean e minimalista, servindo como referência para artistas de todos os campos. 

No Brasil, aliás, o ensino de arquitetura vai completar 206 anos em 2022 e só existe por conta do decreto da Escola Real de Ciências, Artes e Ofícios de Dom João VI. Percebeu como é um curso de tradição? 

Pois, hoje, séculos depois e graças ao avanço da tecnologia, já é possível cursar Arquitetura e Urbanismo a distância, com a qualidade superior que só a Uninter consegue ofertar.  

Você pode estudar quando e onde quiser, tendo aulas ao vivo com professores experientes na área e à sua disposição um laboratório exclusivo para desenvolver seus projetos durante as aulas práticas. É muito bom pra ser verdade! E é a mais pura verdade! 

 

Será que arquitetura é pra mim? Com certeza, sim!  

Se você tem uma boa bagagem cultural, gosta de artes, estética e está sempre ligado em tecnologia, computação gráfica e nas últimas tendências de design, a nova graduação a distância em Arquitetura e Urbanismo da Uninter foi feita sob medida para você.  

E se você é daqueles que tirava dez em geometria, ganhava medalha na maratona de matemática e adorava usar o compasso, tem todos os requisitos para ser um novo Leonardo Da Vinci, um Oscar Niemeyer ou uma Lina Bo Bardi. 

Afinal, profissionais de arquitetura são tão essenciais para o nosso dia a dia que é impossível imaginar a construção de um futuro sem a participação deles.  

 

Mercado de trabalho em alta 

Quem decide fazer Arquitetura e Urbanismo dificilmente vai encontrar barreiras para se manter empregado. Isso porque a demanda por arquitetos é sempre alta e, mesmo durante a pandemia, a área foi uma das que menos sofreu os impactos da economia. Tanto é que 80% dos profissionais tiveram alta na demanda por trabalho no ano passado. Essa matéria aqui é a prova do que estamos falando! 

Em 2019, antes da pandemia, houve um verdadeiro “boom” na profissão, que bateu recorde com 1,6 milhões de atividades, a maior da série histórica registrada pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo — CAU.  

Com a pandemia da Covid-19, o setor da construção civil foi bastante impactado, mas já mostra plenos sinais de recuperação. E diante desse cenário, as atividades de arquiteto e urbanista mostraram resiliência. 

Na Arquitetura, houve queda de apenas 3,7% em comparação com 11% das atividades de gestão e 10% na execução de obras.  

Isso porque as pessoas se viram obrigadas a passar mais tempo em casa e fazer reformas como transformar um quarto em escritório por conta do home office, por exemplo. Dessa forma, a demanda por arquitetos para design de interiores se fortaleceu. 

 

Quanto ganha um profissional de Arquitetura e Urbanismo? 

De acordo com o Guia de Profissões e Salários da Catho, o salário médio de Arquitetura é de R$ 3.303,65 e um estagiário já começa ganhando R$ 1.091,78.  

Assim como as Engenharias e Agronomia, o piso e os critérios de jornada de trabalho são regulamentados pela Lei 4.950-A/66, mas nem sempre isso é respeitado. 

  • Para seis horas diárias trabalhadas, 6 salários mínimos; 
  • Para sete horas diárias trabalhadas, 7,25 salários mínimos; 
  • Para oito horas diárias trabalhadas, 8,5 salários mínimos. 

Portanto, em tese, a remuneração inicial do arquiteto e urbanista seria de R$ 7.272,00. Inclusive, no site do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR) existe uma calculadora de honorários. 

Segundo o site Guia da Carreira, as médias salariais adotadas no Brasil são as seguintes: 

  • Bahia: R$ 4.029 
  • Distrito Federal: R$ 4.397 
  • Minas Gerais: R$ 4.358 
  • Paraná: R$ 3.216 
  • Rio de Janeiro: R$ 4.153 
  • São Paulo: R$ 4.121 

E as médias salariais das áreas em que o arquiteto é melhor remunerado são: 

  • Engenharia: R$ 4.999 
  • Comércio: R$ 4.906 
  • Construção civil: R$ 4.709 
  • Prestadoras de serviço: R$ 4.472 
  • Empresas de administração e participação: R$ 4.281 

Leia também:  

Opinião: arquitetura e planejamento das cidades irão se modificar após a pandemia? 

Powered by Rock Convert
CTA-UNINTERPowered by Rock Convert

 

Quais são as áreas de atuação do arquiteto?  

 A profissão de arquiteto vai muito além de remodelar closet ou projetar o quarto do bebê. Olha só quantas funções o graduado em Arquitetura e Urbanismo pode exercer:  

– Desenvolver projetos de casas e edifícios; 

– Trabalhar com paisagismo e decoração; 

– Realizar desenho de móveis sob medida; 

– Planejar e gerenciar reformas; 

– Execução e acompanhamento de obras; 

– Idealizar planos diretores de cidades e municípios; 

– Atuar com preservação e restauro do patrimônio histórico; 

– Realizar projetos de mobilidade urbana e sustentabilidade;  

– Atuar nas áreas de design gráfico, ilustrações, visualizações arquitetônicas 3D e Building Information Modeling (BIM);  

– Dar aulas e ser pesquisador mediante pós-graduação latu e stricto sensu… 

… e mais: projetar o futuro! 

 

Já ouviu falar do termo “arquitetura do futuro”?  

Ele está atrelado às cidades ou edifícios inteligentes e tantos outros termos como Inteligência Artificial (IA) e Domótica (automação voltada para os edifícios), que vêm entrando para o nosso vocabulário nos últimos anos. Por isso, a profissão requer que o profissional se atualize constantemente por conta dos avanços tecnológicos e uso de materiais sustentáveis na chamada sociedade 5.0. 

Esse conceito foi empregado pela primeira vez no Japão, em 2017, para definir a sociedade no futuro, baseada no uso de tecnologia para melhorar a qualidade de vida de todos.  

E, em plena pandemia, nós passamos a reavaliar o modo como vivemos e trabalhamos, por isso o arquiteto é peça fundamental na configuração dessa nova sociedade.  

 

Leia também:  

Espaços corporativos: 3 estratégias arquitetônicas para o contexto atual e futuro 

 

Os diferenciais de fazer Arquitetura e Urbanismo EAD 

Na Uninter, o curso de Arquitetura e Urbanismo tem um currículo inovador, voltado para o mercado de trabalho, com aulas ministradas por um corpo docente com experiência comprovada. Você terá a oportunidade de assistir a videoaulas num ambiente virtual de aprendizagem intuitivo, com conteúdo multimídia interativo e acesos a livros digitais na biblioteca sem custo algum. 

Além disso, olha só quanta vantagem pra você: 

  • Laboratórios virtuais e vídeos 360 graus; 
  • Kits de apoio à atividade estudantil enviados ao aluno ou disponibilizados nos polos como o MY Lab Marker I, que permite reproduzir na sua casa (e em pequena escala) diversas construções; 
  • Ateliês de projeto com aulas semanais on-line e turmas de apenas 15 alunos;
  • Cursos de extensão de softwares e programas de arquitetura e urbanismo mais utilizados no mercado de trabalho (Autocad, Revit, Sketchup, ArcGis, entre outros); 
  • Licenças estudantis dos softwares utilizados no curso e profissão. 

Demais, hein!! Ficou com dúvidas sobre o curso? Então clique aqui. Não perca tempo e faça já sua inscrição!  

Um abraço! 

Até a próxima 

O guia completo para melhorar a imagem profissionalPowered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.