Subscribe Now

Trending News

Curso técnico ou faculdade? Entenda as diferenças
Graduação

Curso técnico ou faculdade? Entenda as diferenças

Está terminando ou já concluiu o Ensino Médio e ainda está em dúvida sobre qual caminho seguir? Então, saiba que você não é o único com essa indecisão — uma dúvida muito comum entre os alunos que estão terminando o ensino básico é saber se o melhor é fazer curso técnico ou faculdade.

Antes de qualquer coisa, é preciso entender que cada uma das opções apresenta características bastante específicas. Por isso, para que faça uma boa escolha, é preciso saber o que você espera do mercado de trabalho, quais são suas expectativas em relação aos cursos e como imagina sua vida profissional no futuro.

Para ajudar nessa decisão, trouxemos as principais diferenças e também as vantagens de ambos os formatos. Acompanhe o texto e comece a pensar na sua carreira desde agora! Boa leitura!

O que é um curso técnico?

Para se decidir entre curso técnico ou faculdade, é fundamental conhecer mais a fundo a formação técnica. Bom, os cursos técnicos são programas de curta duração, geralmente de 18 a 24 meses. Para ingressar nesse tipo de curso, a aprovação em processo seletivo específico pode ser exigida.

As disciplinas do curso técnico são essencialmente práticas, afinal de contas, a proposta dele é preparar o estudante para o trabalho em determinado segmento do mercado profissional. Quanto aos docentes, são pessoas que possuem grande experiência na área técnica escolhida pelo aluno.

Então, podemos dizer que o curso técnico tem a característica de ir direto ao problema, de ser mais prático, sem fazer muitos rodeios. Ou seja, é um curso que vai preparar o estudante para trabalhar no mercado de trabalho atual, com foco total nas necessidades e na rotina das companhias.

Quais as vantagens do curso técnico?

Uma grande vantagem do curso técnico é que não há similares em cursos superiores. Isso ocorre pois há uma grande variedade de cursos técnicos, tornando-os uma boa alternativa, já que existe esse diferencial da exclusividade.

Além disso, o curso técnico não apenas acelera a trajetória do profissional como também pode prepará-lo melhor para o Ensino Superior, caso esse seja o caminho futuro que a pessoa deseja trilhar. Muitas pessoas formadas em cursos técnicos começam a trabalhar, podendo pagar o investimento em uma faculdade com o salário da atividade de técnico, por exemplo.

Além disso, elas adquirem muito mais experiência na área, como acontece com os técnicos de Enfermagem, que logo em seguida concluem a graduação em Enfermagem. Esses estudantes, já durante a faculdade, têm muito mais vivência de mercado do que os outros alunos de sua sala.

Então, podemos afirmar que os diferenciais de um curso técnico são:

  • cursos com duração menor;
  • formação mais dinâmica e prática para os alunos;
  • mais acessibilidade, afinal, a duração é curta e são ministrados a partir de conhecimentos específicos;
  • processo seletivo é mais acessível;
  • é uma porta de entrada para conhecer os seus interesses profissionais e também pessoais, ajudando a fazer com que a decisão pelo curso de nível superior seja realmente assertiva.

Quais as vantagens da faculdade?

Os cursos de graduação se dividem entre as áreas de Exatas, Humanas e Biológicas. Dessa forma, existem opções para diferentes perfis de alunos. Para ingressar na faculdade, é preciso ter o diploma de nível médio e fazer o Enem ou o vestibular, de acordo com o processo de seleção que a instituição de ensino escolhida determinar.

200826_Prêmio-Reclame-Aqui_banner-Blog_Votação-Aberta-01 (2)Powered by Rock Convert
CTA-UNINTERPowered by Rock Convert

A graduação, normalmente, dura de 3 a 6 anos, proporcionando uma visão crítica e global a respeito de um campo do conhecimento, com disciplinas práticas e teóricas. As aulas são ministradas por professores mestres e doutores que contam com um conhecimento aprofundado sobre os assuntos abordados no curso.

Além disso, é importante mencionar que os cursos de nível superior também focam em disciplinas relacionadas, o que geralmente não acontece em cursos técnicos. Confira algumas dessas disciplinas:

  • leitura e escrita universitária;
  • legislação trabalhista;
  • ética;
  • epistemologia (um ramo da filosofia que busca estudar a natureza do conhecimento).

Essas são disciplinas que não têm relação direta com muitas das áreas de graduação, porém, não deixam de ser relevantes. Vale lembrar, ainda, que a faculdade tem um peso bem maior no currículo, sem contar que você pode fazer uma pós-graduação depois.

Enfim, entrar na faculdade representa um grande avanço na vida de uma pessoa, afinal de contas, o ambiente acadêmico é um lugar de produzir conhecimentos e de aprofundá-los. Estudos e pesquisas são realizados nos centros de ensino superior e, por esse motivo, existem vários programas de iniciação científica e demais incentivos para aqueles que pretendem se dedicar à futura profissão. Confira, a seguir, algumas das vantagens de cursar uma faculdade!

Média salarial

O curso superior acaba destacando a pessoa em um mercado de trabalho que é cada vez mais exigente e competitivo. Em termos salariais, o melhor salário é para quem tem um diploma universitário, chegando a ganhar o dobro de quem faz um curso técnico.

Empregabilidade

Ter um diploma de nível superior acaba resultando em riscos bem menores de ficar desempregado. Os grupos de pessoas com ensino técnico ou menor escolaridade, geralmente, são mais afetados pela perda dos postos de trabalho. Por outro lado, os profissionais que possuem diploma superior continuam vendo as ofertas de emprego crescer.

Isso ocorre, pois uma pessoa graduada pode se especializar mais e mais, subindo de cargo com mais facilidade — e, assim, acaba conquistando uma melhor remuneração. Afinal, é só com um diploma de curso superior que o aluno pode ingressar em uma pós-graduação, MBA, mestrado ou doutorado, pois é preciso ter a base que os anos na faculdade permitem para se aprofundar em alguma área de atuação. Em várias seleções de emprego, apenas o fato de ter concluído um curso superior já é um pré-requisito para fazer parte do processo seletivo.

Veja outros benefícios de cursar o Ensino Superior:

  • permite cargos de chefia;
  • dá muito mais força ao currículo;
  • ajuda nas seleções onde é exigida a prova de títulos;
  • viabiliza a construção de uma carreira sólida;
  • possibilita a estabilidade financeira;
  • ajuda a trabalhar sua rede de contato;
  • abre novas possibilidades.

Afinal, qual escolher? Curso técnico ou faculdade?

A melhor escolha depende exatamente do que você está procurando. Independentemente de qual seja sua escolha, é fundamental avaliar bem: se você deseja entrar logo no mercado de trabalho, o curso técnico pode ser uma boa opção, mas é importante lembrar que a faculdade pode ser o grande investimento para uma carreira promissora.

Todos os cursos técnicos conferem certificado técnico de nível médio ao aluno. É preciso destacar que tal certificação, apesar de ser válida para comprovar os estudos na área de conhecimento escolhida, não equivale à graduação superior. Por isso, atente-se para o fato de que esse diploma não permite que você ingresse em uma pós-graduação, mestrado ou doutorado, por exemplo. Além disso, não serve para prestar concurso público ou pleitear um emprego que exija formação superior.

Bom, como você pôde ver, escolher entre fazer curso técnico ou faculdade vai fazer toda a diferença em sua vida profissional. Mas não se esqueça de que esses níveis de ensino não são excludentes. Mesmo se você decidir por um curso técnico, pode e precisa continuar os estudos em nível superior. Enfim, é preciso planejar exatamente o que você está buscando em sua carreira antes de fazer sua escolha!

E aí, gostou do texto? Aproveite para compartilhá-lo em suas redes sociais para que os seus amigos também conheçam as diferenças e vantagens desses cursos!

Powered by Rock Convert

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *