Subscribe Now

Trending News

Faculdade de farmácia: entenda sobre o mercado e a profissão
Graduação

Faculdade de farmácia: entenda sobre o mercado e a profissão

Entre as profissões mais antigas de nossa história está a de farmacêutico. Quando os boticários faziam as tarefas médicas e farmacêuticas, essa área já demonstrava força para sua independência e isso aconteceu ainda no século XIV, momento em que se tem o primeiro registro de diploma na área. A faculdade de farmácia como conhecemos mudou muito de lá para cá, mas a importância desse curso milenar ainda é a mesma — ou até maior, se pensarmos bem.

Na graduação, o estudante vai aprender sobre a venda e o uso de diversos medicamentos, além da ação deles no organismo de acordo com a dosagem e quantidade ingerida. Uma responsabilidade que faz do farmacêutico essencial para a manutenção da saúde humana. E tem mais: ele também vai lidar com vacinas, substâncias químicas, alimentos, cosmética, exames laboratoriais e muito mais.

Neste post, vamos falar mais um pouco sobre o mercado de trabalho e o funcionamento do curso — grade e matérias estudadas na faculdade de farmácia. Continue a leitura e tire todas as suas dúvidas!

Como é o curso de farmácia?

Como vimos, o curso de Farmácia ou Ciências Farmacêuticas pertence à área da saúde. A titulação do formando é de bacharel e, geralmente, a duração da graduação é de 4 a 5 anos, podendo ser oferecida nos formatos presencial e semipresencial (em faculdades credenciadas para esse tipo de modalidade), no período integral ou noturno.

Esse é um curso que prepara seus estudantes para trabalharem com medicamentos, cosméticos, análises clínicas etc. Isso faz o campo de atuação ser bem amplo, já que é possível desde gerenciar uma farmácia até realizar pesquisas em indústrias e laboratórios.

A faculdade de farmácia exige alguns conhecimentos básicos aprendidos ainda no ensino médio, como física, química e biologia. — contudo, em uma abordagem mais prática do que na escola básica.

Unindo teoria e prática, o estudante tem várias aulas em laboratórios. Além disso, a grade curricular começa com matérias básicas a qualquer graduação, mas logo no segundo período já aparecem temáticas específicas da área. De um modo geral, algumas das principais disciplinas vistas nas faculdades brasileiras de farmácia são:

  • anatomia;
  • biossegurança;
  • bioética;
  • fisiologia humana;
  • genética;
  • patologia;
  • microbiologia;
  • toxicologia.

Como é o mercado para o egresso em farmácia?

A experiência no mercado de trabalho pode começar ainda durante a graduação, com os estágios oferecidos em farmácias comerciais, hospitais e laboratórios. Depois de formado, o farmacêutico conta com um mercado aquecido, principalmente, em relação aos cosméticos. Além disso, toda drogaria é obrigada a ter a presença desse profissional.

Outra opção é a busca por especializações, o que pode ser uma boa para melhorar o salário, que inicialmente tem uma média entre 2.700 e 3.000 reais, dependendo da área de atuação e outros fatores, como experiência, localização e as capacitações. Esse é um mercado estável, com uma grande demanda por profissionais atualizados e preparados para o cenário do setor.

200826_Prêmio-Reclame-Aqui_banner-Blog_Votação-Aberta-01 (2)Powered by Rock Convert
CTA-UNINTERPowered by Rock Convert

Como é a carreira do farmacêutico?

Como vimos, o profissional de farmácia pode trabalhar em diversos ramos e também pode optar pela carreira acadêmica, especializando-se como docente e pesquisador por meio de uma pós-graduação à distância ou presencial. Até mesmo abrir um negócio é possível para o farmacêutico com visão empreendedora. Ele pode optar por uma farmácia de manipulação de medicamentos e/ou cosméticos com fabricação própria, por exemplo.

A rotina na carreira do estudante e do profissional formado depende muito da escolha profissional. Para quem trabalha com pesquisa, os testes e a observação são ações comuns no dia a dia, assim como no caso das funções exercidas em laboratórios de análises. Fora desses meios, o atendimento a pessoas em farmácias ou clínicas e hospitais exige desse profissional principalmente uma boa comunicação.

Independentemente da área de atuação, é exigência nesse ramo que o profissional obtenha o registro no Conselho Regional de Farmácia e o diploma de bacharelado.

Quais as principais áreas de atuação do farmacêutico?

O farmacêutico é responsável por oferecer aos demais profissionais da área de saúde meios para tratamento de diferentes patologias, pensando sempre no bem-estar da população. Isso porque ele tem em mãos a responsabilidade de criar substâncias que sejam aprovadas para o consumo e tratamento dessas doenças. Veja algumas áreas de atuação de quem faz faculdade de farmácia e suas principais características.

  • Bioquímica clínica: analisar organismos no intuito de identificar divergências em exames laboratoriais;
  • Farmácia clínica: orientar pacientes na medicação;
  • Controle ambiental: controlar a qualidade da água, da terra e do ar em diferentes regiões;
  • Cosmetologia: desenvolver ou atuar no controle de qualidade de produtos de higiene e/ou beleza;
  • Farmacovigilância: monitorar produtos desde a fase de testes na indústria farmacêutica;
  • Gestão: assumir a responsabilidade de gerenciar setores específicos em organizações do ramo;
  • Vigilância sanitária: atuar como vigilante vinculado a órgãos públicos responsáveis pela legislação dos produtos farmacêuticos.

O que considerar na hora de escolher uma faculdade de farmácia?

Não basta saber tudo que acontece durante o curso e as perspectivas para a vida depois de formado se você não souber escolher uma faculdade de qualidade e referência em educação.

Em primeiro lugar, procure saber sobre o grupo de professores e a estrutura laboratorial oferecida pela instituição. Ademais, informe-se a respeito dos recursos didáticos oferecidos, da grade curricular, flexibilidade curricular, aulas laboratoriais presenciais ou virtuais, aulas práticas, tutoria ativa e outras coisas que você acredita serem necessárias para uma escolha acertada.

É interessante buscar por uma faculdade que tenha formação generalista, ou seja, que prepare seus estudantes para o mercado que apresentamos aqui. São mais de 100 especialidades previstas para essa profissão. Sendo assim, uma instituição precisa colaborar com o desenvolvimento de habilidades que vão desde a produção de fármacos até a atuação em áreas diversificadas como clínicas, cosmetologia, saúde pública, entre outros serviços de saúde.

Algumas lendas giram em torno da faculdade de farmácia, como aquela que diz que o profissional da área só trabalha em farmácias, o que, como vimos acima, não é um discurso consistente. Além disso, ele não atua apenas com medicamentos, podendo manipular outros tipos de produtos e, até mesmo, alimentos.

Agora que você está preparado para cursar essa graduação milenar, sem levar sustos quando as aulas começarem, que tal compartilhar essas informações com seus amigos em suas redes sociais? Será que eles sabem da importância da faculdade de farmácia para a sociedade?

Powered by Rock Convert

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *