Subscribe Now

Trending News

5 motivos para cursar Engenharia Biomédica a distância
Graduação

5 motivos para cursar Engenharia Biomédica a distância

Unindo saúde e tecnologia, a graduação a distância em Engenharia Biomédica é uma ótima oportunidade de carreira para quem busca pela inovação. Saiba mais!

Com o avanço tecnológico, as inovações ganharam diferentes mercados e facilitaram o nosso dia a dia. Da assistente virtual que responde aos mais diferentes comandos ao exoesqueleto que dá suporte a quem possui mobilidade reduzida, tudo é uma questão de evolução e muito (mas muito) estudo.

Nesse contexto, é natural que novas profissões surjam e outras, ainda, sejam aperfeiçoadas e readequadas mediante às necessidades da sociedade moderna. Assim, novos cursos em instituições e cargos em empresas que sequer imaginávamos que existiriam há algumas décadas, hoje, são uma realidade muito promissora.

É o caso, por exemplo, da Engenharia Biomédica. O curso de graduação surgiu na década de 1960, nos Estados Unidos, mas aterrissou no Brasil apenas em 2001. Vinte anos depois, o curso chega à Uninter dentro da modalidade a distância — formato de aprendizagem que vem crescendo dia após dia, principalmente depois da pandemia de Covid-19.

Leia também: 5 filmes sobre engenharia que você não pode deixar de assistir Um olhar Uninter sobre os desafios da carreira em saúde

Mas, afinal, fazer uma graduação a distância em Engenharia Biomédica vale a pena? Quais são as vantagens e desvantagens de estudar onde e quando quiser? É possível acumular o conhecimento necessário dentro dessa modalidade para atender à alta demanda do mercado?

Para responder essas e outras perguntas, elencamos abaixo cinco motivos para você apostar na graduação em Engenharia Biomédica a distância e, quem sabe, construir uma carreira promissora nessa área. Confira!

MOTIVO 1: autonomia nos estudos

A graduação a distância em Engenharia Biomédica é uma novidade que permite estudar de uma forma mais dinâmica, em qualquer lugar e no seu tempo. Isso é possível graças à tecnologia de um ambiente virtual de aprendizagem moderno no qual o aluno participa das aulas, realiza provas e posta trabalhos, tudo de forma on-line.

Mas vale lembrar: isso não significa que você não terá contato com a prática, muito pelo contrário. Essencial para entender o dia a dia da profissão, praticar antes mesmo de ter o diploma em mãos é a melhor maneira de compreender em detalhes o dia a dia dessa área.

Para isso, mesmo estudando a distância, o aluno precisa fazer estágios, realizar atividades extensionistas que permitem maior interação com a comunidade e até pode contar com o suporte da instituição para realizar um intercâmbio.

E não para por aí: nesse curso, o estudante recebe três laboratórios portáteis — equipamentos que auxiliam nas atividades práticas da disciplina ao longo da graduação.

CTA-UNINTERPowered by Rock Convert

MOTIVO 2: área em ascensão e carreira promissora

Como o curso de Engenharia Biomédica a distância é multidisciplinar, o aluno vai combinar disciplinas e terá uma formação bem abrangente por conta das diferentes disciplinas que envolvem a área de engenharia e de saúde.

Dessa forma, o profissional formado contará com uma bagagem para atuar em diferentes segmentos — ainda mais em um momento em que a área de saúde vem na contramão do desemprego e criou, de janeiro a setembro do ano passado, mais de 73 mil vagas, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho.

MOTIVO 3: remuneração regulamentada

Sim, engenheiros biomédicos possuem o valor salarial regulamentado pela Lei 4.950/A. Isso é muito importante, porque significa que profissionais da área devem receber determinado salário de acordo com a jornada que varia conforme as horas trabalhadas.

Porém, é importante lembrar que a remuneração pode variar, como em qualquer outra profissão, de acordo com outros fatores, são eles: cultura da empresa, localização do negócio e, é claro, nível de experiência do candidato.

MOTIVO 4: alta demanda de profissionais

Como o próprio nome sugere, a Engenharia Biomédica alia o que há de melhor em tecnologia e medicina, fazendo com que o profissional consiga estudar e desenvolver as mais diferentes inovações tecnológicas para a prevenção e cura de doenças.

Dessa forma, o engenheiro biomédico formado pode trabalhar diretamente com equipamentos hospitalares (engenharia clínica), criar próteses e órgãos artificiais ou mesmo atuar com programas de computador usados em hospitais (bioinformática), por exemplo.

MOTIVO 5: diploma reconhecido

Como qualquer outra graduação a distância da Uninter, o curso de Engenharia Biomédica possui diploma com o mesmo reconhecimento de quem estuda

presencialmente. Mais ainda: a própria certificação não traz qualquer menção à modalidade escolhida pelo aluno ao se formar. Bacana, né?

Viu, só? O que não faltam são motivos para você apostar na graduação a distância em Engenharia Biomédica, né? Se gostou do post, compartilhe o conteúdo com a galera e, se quiser, comente e esclareça outras dúvidas aqui embaixo.

Até o próximo post!

Powered by Rock Convert

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.