Subscribe Now

Trending News

Como funciona o curso na área de blockchain e criptomoedas?
Graduação

Como funciona o curso na área de blockchain e criptomoedas?

Powered by Rock Convert

A era digital revolucionou o segmento financeiro. Então, bora aprender mais sobre blockchain e criptomoedas e construir uma carreira de sucesso nessa área?

Se você está na internet, provavelmente já ouviu falar em blockchain e criptomoedas. Os termos, cada vez mais utilizados na área financeira, marcam um novo momento no qual as transações não precisam mais ser em dinheiro em espécie ou depósitos em caixa, dentro de um banco. As moedas são digitais e negociadas de um modo diferente — algo que boa parte das pessoas ainda sequer sabe como faz.

Complexidades à parte, estamos aqui para esclarecer alguns pontos sobre esse assunto e, principalmente, falar um pouco sobre o segmento como um todo. Será que a demanda está aquecida para os profissionais que desejam construir uma carreira nessa área? Qual é o melhor curso para aprender sobre finanças na era digital?

A gente decidiu investigar. 🧐

Primeiramente, o que é blockchain?

Na era digital, é muito mais fácil copiar informações, já percebeu? Basta utilizar um comando do teclado e pronto. Aquela mídia, documento ou mesmo uma pasta inteira é duplicada em questões de segundos.

Mas quando se trata de finanças, como usar isso a nosso favor sem ter que lidar com as fraudes digitais envolvidas nesse tipo de processo? Em 2007, Satoshi Nakamoto criou uma tecnologia capaz de registrar transferências de valores em um grande “livro contábil” no qual as informações ficam gravadas na rede, em computadores espalhados pelo mundo todo e não em bancos convencionais.

Basicamente, os “blocos de informações” armazenam e transmitem os dados para todos os participantes da rede, criando cópias não editáveis, descentralizadas e transparentes das transações.

VOCÊ SABIA? A identidade de Satoshi Nakamoto é, até hoje, desconhecida. Muitos blogs, sites e especialistas da área apontam que o nome é um pseudônimo de uma pessoa (ou mesmo um grupo de pessoas) que, desde 2011, não atua mais na área — o que tornou o “desaparecimento” um verdadeiro mistério. 

Tá, e onde entram as criptomoedas?

É importante deixar algo bem claro aqui: enquanto o blockchain é a tecnologia que permite realizar transações seguras, a criptomoeda é o dinheiro eletrônico — e ela não está restrita somente ao Bitcoin (BTC), viu? Hoje em dia, há, por exemplo, a Ethereum (ETH), a Binance Coin (BNB), a Cardano (ADA) e outros 19 mil tipos de criptos.

Todas elas, sem exceção, precisam ser “mineradas”, ou seja, geradas por meio de um processamento computacional realizado pelo “minerador”. Dependendo da eficiência desse processamento, ele ganha criptomoedas e contribui para o funcionamento de toda a rede.

Uma rede que, inclusive, não para nunca. Afinal, ao contrário do mercado de ações, que possui horário de início e término, o mercado das criptomoedas funciona 24h por dia, todos os dias da semana, movimentando os ativos o tempo todo de acordo com a oferta e demanda existente no momento.

Para saber mais, até vale conferir esse vídeo do canal Primoverso:

CTA-UNINTERPowered by Rock Convert

[CURSO] Blockchain, Criptomoedas e Finanças na Era Digital

Por mais que as moedas digitais estejam na boca do povo e cada vez mais populares, as operações financeiras, feitas por meio de um banco convencional, ainda representam boa parte das transações realizadas por pessoas físicas e jurídicas.

O que existe hoje é um mercado em crescimento, volátil e, consequentemente, de risco no qual é preciso boas doses de conhecimento para tentar tirar melhor proveito desse novo jeito de encarar o mercado financeiro.

Se você quer ficar antenado e, principalmente, começar uma carreira nessa área, o mais importante é começar a estudar e entender como tudo funciona. Na Uninter, por exemplo, o tecnólogo a distância em Blockchain, Criptomoedas e Finanças na Era Digital possui duração de dois anos e, ao longo do curso, você vai ter contato com professores superatualizados e entender como esse novo modelo está inserido no mercado atual.

Leia também:

Cibersegurança: o que é e por que investir nessa carreira?

O que é metaverso e quais são as oportunidades?

Além disso, você vai saber um pouco mais sobre o surgimento e expansão das fintechs e tantas outras oportunidades de negócio que surgem a partir dessas novas formas de receber e enviar dinheiro. Afinal, a demanda por profissionais é grande e muitos profissionais da área financeira ainda não estão preparados para se tornar um gestor financeiro digital.

A grade curricular, inclusive, reforça o compromisso da Uninter em estar por dentro das tendências e daquilo que há de novo. São as disciplinas eletivas que você escolhe de acordo com o seu interesse: Internet das Coisas (IOT), Business Intelligence e Customer Relationship Management (CRM), por exemplo.

Vale lembrar que, na Uninter, você estuda a distância e com o apoio de uma plataforma digital moderna e intuitiva. Ou seja, você faz as atividades no seu tempo e de onde quiser. E se pintar alguma dúvida, nossos professores e orientadores educacionais estão sempre disponíveis para ajudar.

Agora conte aqui nos comentários: pronto para começar o curso na área de blockchain e criptomoedas? Aproveite que você já chegou até aqui e compartilhe este post!

Com informações de blog Nubank, UOL Notícias, InfoMoney, canal Átila Iamarino e canal Primoverso.

Powered by Rock Convert

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.