Subscribe Now

Trending News

Afinal, como conseguir bolsa com a nota do ENEM?
Graduação

Afinal, como conseguir bolsa com a nota do ENEM?

Faz parte do cronograma da vida: a gente nasce, cresce e tem que arrumar um meio de sustento. Seja por conta própria ou trabalhando para uma empresa, é normal na vida humana ter um emprego, ambições na carreira e a vontade de desenvolver algo. A melhor forma de alcançar isso é por meio da qualificação profissional.

A faculdade faz parte desse processo, então é importante saber o que quer fazer e, principalmente, como ingressar nela. Em nosso país, a porta principal para as universidades particulares é o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). São mais de 2.000 opções para o aluno escolher e, dependendo da forma que optar, pode até não pagar nada.

Quer saber como conseguir uma bolsa com a nota do Enem? Então, este texto vai ajudar. Falamos sobre o programa, como funciona, a quantidade de pontos necessários e, até mesmo, outros meios para dar esse grande passo. Prossiga com a leitura e aprenda!

Como conseguir bolsa com a nota do Enem?

O Programa Universidade para Todos (Prouni) foi criado em 2004 pelo Ministério da Educação com o objetivo de ajudar estudantes que não têm condições de entrar no ensino superior particular. O auxílio vem por meio de bolsas parciais ou integrais em cima das mensalidades. Elas são válidas para todo o curso, mas os estudantes têm que cumprir alguns critérios, como não reprovar em nenhuma matéria e manter a média, podendo variar dependendo do local.

As inscrições abrem semestralmente e são feitas pelo site. Para participar, o candidato deve ter feito a última edição do exame. Além disso, é necessário seguir alguns critérios de aprovação. Para facilitar e tirar todas as dúvidas, o MEC criou o manual do bolsista, que traz informações sobre os direitos e deveres e também as normas de participação. Desse modo, podem pedir bolsas candidatos que:

  • tenham estudado em escola pública no ensino médio ou comprovem que tinha bolsa de estudos integral (100%) no colégio particular;
  • tenham realizado a última edição do exame sem zerar nenhuma parte, incluindo a redação.

Critério socioeconômico

O programa foi criado na intenção de ajudar as pessoas que não conseguiam pagar para estudar em uma universidade. Logo, o governo estipulou um limite para a participação. Se a renda familiar for superior a três salários mínimos, não é permitido entrar no processo seletivo.

Os valores são calculados em cima da soma da renda bruta dos familiares que moram na mesma casa, dividida pelo número de pessoas que formam o grupo. Para concorrer à bolsa integral, é preciso ter até um salário mínimo e meio e, para a parcial, até três. É preciso destacar, também, que uma parte das vagas está reservada para os chamados cotistas, como negros, indígenas e pessoas com deficiência.

Quem comprovar que não consegue arcar com a outra metade da mensalidade pode utilizar o Fundo de Financiamento Estudantil, sem precisar de um fiador. Basta apenas verificar se a instituição escolhida tem parceria com o programa.

CTA-UNINTERPowered by Rock Convert

Quantos são os pontos para conseguir bolsa com a nota do exame?

Como destacamos, existem algumas regras para se inscrever no Prouni, sendo a pontuação uma delas. É preciso ter em mente que existem dois tipos. A primeira é o valor mínimo que deve alcançar para participar, e a outra é a necessária para confirmar o desconto ofertado. Essa última varia de acordo com a universidade e o curso escolhido. Ou seja, para ter uma segurança, é preciso ir bem na prova.

Uma das informações importantes de como conseguir uma bolsa com a nota do Enem é saber que existe um valor mínimo para tirar na avaliação, que é de 450 pontos na média geral e não zerar a redação. Essas condições devem ser atendidas ao mesmo tempo – por exemplo, se a pontuação for maior que 500, mas a redação tiver sido zerada, o candidato vai ficar de fora da disputa.

Outra dúvida recorrente sobre o tema é como calcular tudo isso, mas não é preciso se preocupar. Todo o processo é feito on-line e está totalmente informatizado, somando essas questões automaticamente, precisando apenas do número da inscrição e senha – aqueles que foram utilizados na inscrição para o exame.

Além desses itens, é essencial saber que, semestralmente, quando o processo abre, as notas de corte mudam. Por isso, é preciso avaliar bem sua escolha de curso, período e até faculdade. Os valores principais que influenciam são:

  • universidade: pois quanto melhor a reputação, mais procura e, consequentemente, disputa;
  • curso escolhido: alguns, como Medicina e Direito, são mais concorridos e costumam ter esse corte altíssimo, independentemente da faculdade;
  • modalidade: porque algumas vagas são reservadas para as ações afirmativas, como forma de dar equidade ao processo;
  • desempenho dos demais: afinal, quanto mais pessoas com boas notas inscritas em um curso, maior é o nível dele e da nota também.

Quais são as outras formas de ingresso?

Além desse tipo de bolsa, existem outros meios de cursar uma universidade particular. Diferentemente da maioria das faculdades públicas, o ensino privado oferece, além do Enem, um tipo de vestibular. O objetivo é que, dependendo do desempenho do aluno, ele consiga um desconto nas mensalidades. Existem também outros programas que podem ajudar a financiar esse sonho.

O FIES, que é outro projeto feito pelo Ministério da Educação, oferece o financiamento dos cursos, nos quais podem ser parciais ou integrais. O MEC fez a divisão em três tipos de modalidades: na primeira, a ajuda de custos é oferecida pelo Governo Federal aos estudantes, e, assim, é possível ter custos mais baixos e juros zero para as pessoas com a renda familiar até três salários mínimos.

Os outros meios são conhecidos como P-Fies, que é o financiamento feito pelas instituições financeiras, mas que utilizam os recursos públicos. Os valores também ficam mais em conta dos demais, mas, mesmo assim, ainda se encontram acima do que a primeira modalidade oferta.

O ensino superior se apresenta como uma boa oportunidade de ascensão profissional. Por isso, é importante saber as formas de ingresso. Um dos programas é o Prouni, para o qual, neste texto, reunimos dicas de como conseguir bolsa com a nota do Enem. É essencial saber ponto a ponto para concorrer e conquistar o desconto na mensalidade, que tira um peso da renda. Fique atento também às avaliações dos cursos da instituição escolhida, que fazem diferença na hora da qualificação!

Siga-nos no Facebook e no Instagram para ter acesso a outros conteúdos!

Powered by Rock Convert

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *