Subscribe Now

Trending News

Central de Carreiras auxilia estudantes na conquista de estágio e emprego
Carreira

Central de Carreiras auxilia estudantes na conquista de estágio e emprego

Plataforma de empregabilidade é o canal de comunicação para que alunos e egressos tenham acesso às melhores oportunidades no mercado de trabalho.

Quem está terminando a faculdade precisa enfrentar a pressão de entregar o TCC no prazo certo e mandar bem nas provas finais, não é mesmo? Mas além de seguir esses protocolos básicos que todo curso de graduação exige, uma das grandes preocupações pra quem está a um passo do diploma é conseguir se formar com emprego garantido.

Aliás, um dos grandes dilemas dos recém-formados é justamente como conquistar, sem experiência no currículo, o primeiro emprego. E é nesse ponto que entra em cena a Central de Carreiras da Uninter!

A plataforma de empregabilidade é o canal que dá suporte completo aos alunos ou egressos da Uninter, ajudando-os a desenvolver habilidades e competências para que eles possam se inserir no mercado de trabalho. Ou seja, funciona como uma ponte entre o estudante e o empregador.

A Central de Carreiras proporciona ao aluno e egresso:

● Orientação de carreira;

● Elaboração, feedback e encaminhamento de currículo para as empresas parceiras;

● Orientação para a busca de empregos;

● Encaminhamento para o setor de estágio;

● Capacitação Profissional (oficinas, workshops, webinars, palestras).

Assim, com todo esse suporte, os alunos têm capacidade para planejar e gerenciar a própria carreira, ampliando as chances de estrear com o pé direito na sua profissão.

E qual é a função da Central de Carreiras?

É como se fosse a porta de entrada para o mercado de trabalho, propiciando justamente esse primeiro contato das empresas com o estudante e vice-versa. Por isso, a Central de Carreiras incentiva empresas parceiras a publicar gratuitamente vagas em diversas áreas. E o mais bacana de tudo é que nesse banco de dados tem oportunidade para todo o território nacional!

Quando o aluno ou egresso, ou seja, ex-aluno, realiza seu cadastro, a plataforma efetua uma busca por profissionais específicos que as empresas procuram contratar até dar match com o perfil do aluno. A partir disso, o aluno/egresso recebe um e-mail com as melhores oportunidades.

Leia também:

Passo a passo: saiba como montar um currículo

Então, que tal se cadastrar agora no portal Central de Carreiras? Basta clicar aqui.

E olha só: se você sonha em trabalhar em uma das melhores empresas do Paraná, então acesse https://www.uninter.com/trabalhe-conosco para cadastrar seu currículo. Afinal, a Uninter é a quinta melhor empresa para se trabalhar no Estado segundo o Great Place to Work, uma consultoria global e seria um grande prazer tê-lo conosco!

O primeiro passo é o estágio.

Agora, se você está no último ano da faculdade, o caminho mais natural para conquistar o primeiro emprego é, de fato, realizar o estágio supervisionado, afinal, você vivenciará na prática o que aprendeu em sala de aula e terá grandes chances de ser efetivado.

O estágio é imprescindível, sendo obrigatório ou não, e deve fazer parte de todo currículo do recém-formado. Essa prática é regulamentada pela Lei n.º 11.788, DE 25 de setembro de 2008.

“Art. 1º Estágio é ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo de educandos que estejam frequentando o ensino regular em instituições de educação superior, de educação profissional, de ensino médio, da educação especial e dos anos finais do ensino fundamental, na modalidade profissional da educação de jovens e adultos.”

E quando falamos no assunto, o primeiro filme que nos vem à mente é “Um senhor estagiário” (The intern/2015), sobre aquele viúvo de 70 anos que tem uma vida monótona e se torna um estagiário sênior. Já assistiu? Veja o trailer aqui:

 

Aliás, existem diferentes tipos de estágio: remunerado, obrigatório e não obrigatório! Bora conferir como cada um deles funciona:

1) Obrigatório

Existem cursos em que o estágio é pré-requisito para a obtenção do diploma, fazendo parte da carga horária conforme Projeto Pedagógico do Curso (PPC). Nesse modelo estão os cursos da área de saúde, como Enfermagem, Fisioterapia e Nutrição, e aqueles com titulação de licenciaturas, como Letras e Pedagogia.

Os estagiários, nesse caso, assinam um contrato e são supervisionados por profissionais da área, mas não há vínculo empregatício. Também não existe exigência de remuneração, e a bolsa e o auxílio-transporte são optativos. No final do período, a empresa entrega um relatório sobre a atuação do estudante.

Quer saber mais informações sobre o estágio obrigatório? Acesse o Portal do Aluno AVA Univirtus e confirme se ele é exigido pelo seu curso.

Leia também:

Como se preparar para vagas em startups

2) Não obrigatório

Essa é a chance para o estudante que está matriculado em um curso que não exige estágio para vivenciar as rotinas da área de sua formação.

Para isso, o aluno precisa se cadastrar no site de instituições como o CIEE (Centro de Integração Empresa Escola) e se inteirar sobre processos seletivos e vagas abertas.

3) Remunerado

Estudantes que não estão matriculados em cursos cujo estágio não seja obrigatório costumam realizar o estágio remunerado a fim de concluir a carga horária requisitada pelo Ministério da Educação e/ou instituição de ensino.

Nesse caso, a jornada é de seis horas por dia, de segunda a sexta-feira, resultando em 30 horas semanais. O estudante também não pode ter vínculo com a empresa por mais de dois anos, por isso as empresas costumam renovar os contratos a cada seis meses ou até um ano.

Além da remuneração, o estagiário também recebe auxílio-transporte e alimentação.

Na Uninter, ex-aluno tem o maior apoio.

Agora, se você é ex-aluno da Uninter, saiba que existe ainda um portal desenvolvido especialmente para acompanhar sua trajetória profissional.

O espaço é dedicado a todos os alunos formados, tornando-se um canal de comunicação para oferecer benefícios exclusivos e analisar como anda sua relação com o mercado de trabalho.

E mais: lá é possível verificar quais as próximas pesquisas desenvolvidas pela Comissão Própria de Avaliação (CPA). Essas pesquisas são fundamentais para aprimorarmos nossos cursos. Participe e acesse seu Univirtus para responder!

Gostou do texto? Compartilhe com seus amigos!
Até a próxima!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.