Subscribe Now

Trending News

O poder da autoimagem e autoestima na vida profissional
Graduação

O poder da autoimagem e autoestima na vida profissional

Qual a imagem que você tem de si mesmo? Você sabia que a forma como nos vemos afeta nossa vida em todos os aspectos? Se você tem uma elevada autoestima profissional, é o tipo de pessoa que está sempre disposta a encarar novos desafios, pois acredita que é capaz.

Entretanto, nem todo mundo é assim. Algumas pessoas possuem excelente formação acadêmica e técnica, mas não acreditam em seu potencial e sua capacidade. Esperam a valorização e o reconhecimento dos outros, porém não se consideram dignas de admiração. Dessa forma, acabam por boicotar a si mesmas.

Neste post, você entenderá como sua autoestima interfere em seu crescimento profissional, conhecerá algumas atitudes que demonstram se ela está baixa e descobrirá o que fazer para dar um up e passar a acreditar que você pode sim! Não deixe de ler até o final!

Como a autoestima profissional interfere em sua carreira?

Ter uma autoestima profissional elevada é ser capaz de reconhecer suas habilidades, valorizar seu potencial e acima de tudo, confiar em si mesmo.

Segundo a psicóloga social Carol S. Dweck, a opinião que você forma a respeito de si mesmo afeta de modo significativo a maneira como você leva sua vida. Ela determina se será a pessoa que deseja ser e se conseguirá realizar as coisas que considera importantes.

Nesse contexto, temos o que se chama Locus de controle. Apresentado pela primeira vez em 1966, pelo psicólogo americano Julian Rotter, considera como a perspectiva que a pessoa tem sobre seu sucesso ou fracasso a afeta.

O locus de controle pode ser interno ou externo e não é imutável. Ele pode sofrer alterações por influência de diversos fatores como educação, religião, cultura ou motivação.

Pessoas com locus de controle interno:

  • acreditam que têm o controle de suas vidas;
  • são confiantes diante de dificuldades;
  • assumem responsabilidade pelos seus atos;
  • tendem a trabalhar duro para conseguirem seus objetivos.

Já pessoas com locus de controle externo:

  • se sentem impotentes perante situações difíceis;
  • não acreditam que são capazes;
  • consideram que os outros (sorte, família, chefes, amigos ou Deus) são responsáveis por seu sucesso ou fracasso;
  • não se sentem protagonistas de suas próprias vidas.

Dá para imaginar como perfis tão diferentes influenciam no trabalho diário de um profissional. Rotter elaborou um teste no qual só pode ser escolhida uma entre duas alternativas de resposta apresentadas e o departamento de Recursos Humanos de várias empresas o utiliza para ter uma ideia de como anda a autoestima de seus profissionais.

Para que você se torne um profissional de sucesso, tão importante quanto ter um bom currículo é sentir-se seguro e confiante em sua capacidade de exercer sua profissão. Quando isso acontece, você aproveita melhor as oportunidades de crescimento profissional que aparecerem.

Uma pessoa com autoestima profissional elevada usa os fracassos e falhas da vida como incentivo para procurar melhorar e superar suas dificuldades. Já, se ela está fragilizada, eles gerarão medos, insegurança e ansiedade. Muitos profissionais se sentem inseguros e acabam se tornando seus piores obstáculos para atingirem o sucesso em suas carreiras.

Qual o comportamento de uma pessoa com baixa autoestima?

Muito embora não seja uma regra, podemos notar alguns comportamentos comuns às pessoas com baixa autoestima profissional, e que fazem com que ela perca várias oportunidades profissionais. Além de não se sentir capaz de executar as tarefas exigidas em sua função, ela também pode apresentar:

  • medo de errar, ser desaprovado, expressar sua opinião ou de ter suas ideias rejeitadas;
  • tendência à procrastinação;
  • apresentar baixa produtividade;
  • hábito de reclamar de tudo e só enxergar o lado negativo das situações;
  • necessidade de competir com seus colegas de trabalho, se comparar com eles e inferiorizar as pessoas e suas conquistas;
  • dificuldade para lidar com críticas e aceitar seus erros.

Sem uma boa autoestima, não há motivação para o trabalho e dificilmente um profissional aceitará novos desafios ou funções. Se você se sente assim, pare de se fazer de vítima e tome uma atitude para mudar essa situação. Você encontrará a seguir, algumas dicas sobre o que fazer, mas se achar necessário, não hesite em procurar por ajuda profissional.

CTA-UNINTERPowered by Rock Convert

O que fazer para elevar sua autoestima?

Desde que nascemos, vamos incorporando consciente e inconscientemente vários conceitos, dúvidas, medos, valores e atitudes que passamos a aceitar como sendo verdades em nossas vidas. Sofremos influência primeiramente de nossa família e, depois, de amigos, professores, colegas de trabalho e de toda a sociedade.

Essas verdades influenciam positiva ou negativamente nossos pensamentos, sentimentos e comportamentos. Conforme vamos crescendo, voltamos mentalmente e reavaliamos esses conceitos e os confirmamos ou mudamos nossas opiniões a respeito de cada um deles. Assim, criamos nossas próprias verdades sobre nós mesmos e o que somos capazes de fazer.

Se, ao longo do tempo, tivemos influências negativas, com crenças limitantes sobre nossas habilidades, a tendência é que tenhamos uma autoestima deficiente e frágil. Porém, a boa notícia é que podemos trabalhá-la a fim de nos tornarmos mais confiantes. Conheça algumas estratégias que contribuirão para elevar sua autoestima.

Dedique-se ao autoconhecimento

Esse é o passo principal. Você deve dedicar um tempo para reconhecer sua personalidade, seus pontos fortes e fracos e suas reações e atitudes diante das mais diversas situações, inclusive, em seus relacionamentos.

Não basta apenas descobrir suas fragilidades. Depois de toda essa reflexão, é necessário avaliar o que deve ser feito para melhorar seus pontos fracos e se novos hábitos precisam ser criados.

Não se compare aos outros

Cada pessoa é única e você também. Se você não tem as habilidades de algum colega de trabalho, pode ter certeza de que você tem outras habilidades que outras pessoas não têm. Já que você já refletiu e descobriu quais são seus pontos fortes, foque em tudo o que você faz de melhor. Em momentos de fraqueza, lembre-se de tudo de positivo que descobriu em você!

Repense suas crenças

Quem disse que você não era capaz de fazer algo? Será que essa pessoa queria seu bem? Cuidado com as crenças limitantes que nos dizem que não conseguimos ou não somos capazes.

Lembra daquele momento de reflexão para o autoconhecimento? Delete o que for ruim e crie novas crenças positivas que o levarão a alcançar seus objetivos. Você é a única pessoa que pode tornar seus sonhos realidade.

Cultive pensamentos positivos

Comece seu dia com um “Bom dia!” para você mesmo. Pare de reclamar e agradeça mais! Espalhe frases motivadoras pela casa e pelo seu local de trabalho. Quando estiver desanimando, você verá uma delas e se lembrará de que, como dizia Walt Disney, “Se você pode sonhar, você pode realizar!”.

Organize suas tarefas

Muitas pessoas acabam acreditando que são incapazes por não conseguirem executar as tarefas que têm a fazer todos os dias. Na verdade, o que costuma faltar é organização. Comece definindo seu objetivo de vida e as metas para alcançá-lo.

Organize suas atividades diárias em pequenas tarefas e comemore a execução de cada uma delas. Você verá de forma mais concreta o quanto de coisas que você consegue realizar em um só dia. Para trabalhos que exigem maior dedicação, presenteie-se com algo especial.

Compartilhe esses momentos de alegria com outras pessoas, afinal, nada melhor do que comemorar suas vitórias com sua família e amigos.

Você tem observado a qualidade dos seus pensamentos? E suas atitudes diante das dificuldades do dia a dia? Como você viu, uma baixa autoestima profissional pode atrapalhar sua carreira e impedir que você realize seus sonhos. Então, siga as dicas acima e confie em você mesmo!

Agora que você já entendeu a importância de uma autoestima elevada em nossas vidas, compartilhe este artigo em suas redes sociais para que seus amigos também aprendam a mantê-la em alta!

O guia completo para melhorar a imagem profissionalPowered by Rock Convert

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *